4 dicas para criar um Projeto Social na África
Dicas para se preparar melhor para fazer missão na África.

Por Ismael dos Santos 10/10/2018 às 20:16

A falta de planejamento é uma das principais razões por projetos não darem certo. — Foto / Internet

De um modo geral, é natural que as pessoas que nunca fizeram um projeto social, logo pense somente em realizar o seu projeto. Isto é, de sair fazendo o bem, de praticar aquilo que planejou. Contudo, existem algumas regras básicas para se começar um projeto de um modo geral. Aqui, por exemplo, quero propor algumas regras específicas no contexto da África que exigem algumas diligências em razão de suas características socioculturais.


1.Por que quero fazer isto?
A questão aqui envolve primeiramente motivação, e esta não pode ser confundida com o incentivo. O incentivo, é algo que vem de fora e que precisa ser lembrado e renovado constantemente. Por outro lado, a motivação vem de dentro, e tem uma relação com sua subjetividade. Portanto, para você começar o seu projeto, você precisa saber qual é o significado deste ato que vai realizar. Por que é importante; ou seja, por que você quer realizar este desejo que está dentro de ti. Para você começar o seu Projeto Social, você precisa da clareza interior do propósito.


2.Contextualize o seu projeto.
O principal objetivo do Projeto Social é transformar. Por isso, temos que saber se o que queremos transformar de fato precisa ser transformado. Fazer um projeto em outra cultura, demanda sempre um apurado conhecimento político-econômico e sociocultural do local escolhido para o projeto. Aquilo que para mim pode ser um problema, uma alienação, ou indignidade social, pode ter outros significados e valores nesta cultura. Por exemplo, em Angola, comer funge com peixe quase todos os dias, não é sinônimo de pobreza ou miséria. Mas, equivale ao arroz e feijão presente todos os dias na mesa dos brasileiros. Com isso, quero dizer que todo o cuido será pouco. Sair retirado ou colocando algo em oura cutura, requer conhecimento. Saiba muito bem se o seu projeto não ofenderá hábitos, tradições e culturas sadias e importantes para este grupo ou sociedade. Do ponto de vista cristão, tudo que não ofende a Palavra de Deus, e é coviniene, é lícito.


3.Pense no problema.
Nesta questão você deve considerar que um Projeto Social deve atender aos interesses e necessidades de um grupo de pessoas ou comunidade. Considerando isto, agora você precisa começar por um diagnóstico da realidade, e fazer uma análise detalhada do problema social, para que você consiga entender tudo o que está relacionado entre causa e efeito deste desafio. Se você não entender a história passada, não entenderá o presente.


4.Pense na solução.
Se você começou analisando o problema social, agora fica mais claro o que você quer fazer. A solução tem que passar pelo campo escrito do planejamento. Não faça esse planejamento sozinho. Tenha uma equipe multifuncional para lhe ajudar a desenvolver o planejamento. E só comece a executar o projeto, sê tudo aquilo que você identificou como problema, de fato, tem solução. No final do planejamento escrito, todos os desafios identificados, devem tornar-se os objetivos passivos de soluções.


QUEM LEU ESTA PUBLICAÇÃO TAMÉM GOSTOU DESTAS:
5 erros que os missionários devem evitar na África.

Compartilhe:

Páginas mais acessadas